segunda-feira, 23 de novembro de 2009

MESA REDONDA IMPERDÍVEL NESTA QUINTA FEIRA


POR QUE BEM NASCER?

Perspectivas do Nascimento no Brasil Atual

Existe uma epidemia de cesarianas no Brasil? O que fazer para alterar esse quadro epidemiológico, mudar o paradigma do atendimento à saúde e adotar as boas práticas do parto?

Os cinco médicos que compõem o recém criado – Núcleo Bem Nascer – vão responder a esta pergunta e traçar um panorama do parto no Brasil e no mundo, nessa próxima quinta feira, dia 26 de novembro, às 20horas , na sede IAAMG – Instituto de Acupuntura Médica de Minas Gerais, localizado à rua Carijós, 150 – 8º andar, centro. A entrada é gratuita e está aberta a gestantes, casais grávidos, profissionais de saúde e demais interessados.

Cada um deles abordará um assunto em especial. Dr. Marco Aurélio Valadares (OParto na história da humanidade); Dr. Sandro Ribeiro (O Parto no Brasil atual); Dra. Paula Soares (Assistência ao Parto – Mudança de Paradigma); Dr. Hemmerson Magioni (Humanização do Nascimento – Para onde vamos?) e Dra. Quésia Tâmara responderá à pergunta Por que Bem Nascer?

“O objetivo do Núcleo Bem Nascer é respeitar a mulher e o direito do recém nascido, o direito de nascer naturalmente. Devolver à mulher o dom delas de terem seus filhos. Mais que tudo, o Núcleo Bem Nascer será referência em boas práticas no parto e em partos normais, naturais, de cócoras...”, explica Dr. Marco Aurélio Valadares..

“A idéia é oferecer para as mulheres um atendimento de uma medicina menos intervencionista e baseada em evidências científicas. Durante muito tempo parto natural era coisa de`natureba`, uma opção feita pelos alternativos da década de 70/80. O Núcleo Bem Nascer quer se distanciar desta imagem e se associar a muita informação científica atualizada. O Núcleo Bem Nascer nasce dessa demanda que existe no sistema privado, de uma assistência obstétrica mais respeitosa, mais psicológica, mais natural e mais segura”, declara Dr. Hemmerson Magioni, que assiste partos na Maternidade Santa Fé no Hospital Sofia Feldman.

Núcleo Bem Nascer

O grupo é formado por três homens e duas mulheres. Uma delas é a mineira Dra. Paula Soares, obstetra e mastologista. Para ela “Bem Nascer é estimular práticas que favoreçam um parto saudável, física e emocionalmente. É nascer respeitando o corpo e a vontade da gestante e do seu companheiro”.

A outra mulher é a baiana Dra. Quésia Tâmara. Ela trabalha no Laboratório de Reprodução Humana – Pesquisa em Endometriose – do Hospital das Clínicas, atende partos na Maternidade Risoleta Neves – do SUS – e nas maternidade Santa Fé e Vila da Serra. O Núcleo Bem Nascer está aí para oferecer às mulheres a oportunidade de terem o parto como a realização de um momento de prazer, planejado, com a presença da família e com a oportunidade de desmistificar o parto”.

Além delas e do Dr. Hemmerson Magioni e Dr, Marco Aurélio Valadares, compõe o grupo o Dr. Sandro Ribeiro. Ele estudou medicina na Universidade Federal de Minas Gerais e fez residência em ginecologia e obstetrícia na Maternidade Odete Valadares, onde agora é gerente. Trabalha também no Hospital Odilon Bherens. Ele acredita que “parto é um momento muito intimista. Precisa o mínimo necessário e a conscientização da equipe- auxiliares de enfermagem, pediatria, anestesista –o momento pede silêncio.”

E está otimista: “Núcleo Bem Nascer – alguma coisa que está germinando e que vai se alastrar

O Núcleo Bem Nascer conta com o apoio da ONG Bem Nascer – uma organização de mulheres que atua em Belo Horizonte desde 2001. Com a mesa redonda POR QUE BEM NASCER - Perspectivas do Nascimento no Brasil atual, o grupo se apresenta a Belo Horizonte e divulga seu site – nucleobemnascer.com.br – onde publica trabalhos científicos, artigos com os vários profissionais da rede Bem Nascer, dicas de trabalhos corporais, relatos de partos e enfoca as últimas notícias, mantendo um contato direto com a comunidade.

SITE: www.núcleobemnascer.com.br



Nenhum comentário:

Postar um comentário