quinta-feira, 19 de maio de 2011

UM MOMENTO SAGRADO!

Quero compartilhar com vocês essa notícia e esse momento, perfeitamente captado pelas lentes de nossas fotógrafas e doulas. A Inessa, mais uma vez, mostrou que é uma mulher guerreira. O Obregon, conhecemos no início da primeira gravidez, relutante pelo parto no Sofia e, depois, militante da causa, sempre está presente nas Rodas Bem Nascer, fazendo um depoimento emocionado. Dando testemunho da transformação que sentiu depois de vivenciar o parto de sua filha. Sempre costuma dizer que se sente mais conectado à Inessa e a cria, devido à experiência. Nova na história da humanidade, pois parto era coisa de mulher. Mas os homens tem se saído bem nessa doulagem e, com certeza, evoluem com a vivência. As fotos falam por si.












Mais uma vez, o milagre da vida aconteceu. Imaginem só uma criança nascendo nesse ambiente, à luz de vela e no azul, dentro da água, sendo acolhida pela mãe e o pai, em ambiente respeitoso. Vamos concordar com Michel Odent, o mundo pode mudar mudando a forma de nascer.

Inessa foi assistida de perto por três doulas - Kalu, Pollyana e Carol. Obregon, mais uma vez, esteve muito perto dela. Vou transcrever o texto da Polly, descrevendo o evento e publicado na lista Bem Nascer. Ela conta como foi emocionante o parto.

Inessa Magaluth é uma das coordenadoras da RODA BEM NASCER ECOLÓGICO, promoção da ong BEM NASCER, que acontece todo terceiro sábado do mês, de 9h30 às 12h, no Parque Ecológico da Pampulha. Amanhã, dia 20 de maio, vai acontecer, sob a coordenação da bióloga e doula, Carol Giovanini. A entrada é gratuita. Pede-se a contribuição para o lanche coletivo. A Roda é aberta para gestantes e casais grávidos, é baseada na troca de informações sobre gestação, parto e nascimento.


"Inessa, exemplo de perseverança, coragem e força! Um trabalho de parto longo e lindo, bem saboreado, com muita alegria e amor. Ocitocinas naturais produzidas por um corpo perfeito de mulher, poderosa, incrementado por muitos abraços e beijos, palavras de encorajamento e a dedicação incansável, corajosa, reposteitosa, consciente, bem informada e carinhosa do marido Obregon. A amizade, vínculo, cuidados, massagens, rebozadas, com a Kalu, Carol e Polly.

O dia 17 de maior de 2011 foi muito delicioso. Teve escalda-pé, comilança, chuveiro, banqueta, dormida, de tudo um pouco. Todos preocupados com o bem estar da nossa parideira e se revezando carinhosamente para atender aos desejos descritos no plano de parto. Saiu tudo como detalhadamente estava planejado, luz azul, velas, música, agarrada ao seu cúmplice, de cócoras. Tudo naturalmente perfeito, lindo. Foi às 00.33h. Nasceu com três quilos e noventa gramas."


(as três primeiras fotos são da Pollyana Amaral, a última, de Kalu Brum)











Nenhum comentário:

Postar um comentário