segunda-feira, 2 de maio de 2011

"A dor do parto e´a dor que trazemos dentro de nós"

A dor é relativa. Para Simone, foi super suportável. Ela ficou esperando a "dor da morte", o nenê acabou nascendo em casa. Interessante o ponto de vista dessa jornalista que fez o relato abaixo:



... Sei agora, passados três meses, que aconteceu durante aquelas horas uma coisa muita perturbadora e de certo vital. Falei no meu diário daquela parteira que explicava que a dor sentida durante o parto é a dor que trazemos dentro de nós. Ela estava certa... no nascimento de minha filha...expressava-se a história de outra menina. Menina que um dia perde o pai para sempre. A sua dor é brutal e muda, porque é incapaz de se comunicar. Foi essa dor que senti de novo, vinte e seis anos depois, na hora do nascimento de minha filha. .. Havia uma menina ferida. Agora uma mulher dá a vida. A emoção do nascimento arrancou a tampa cuidadosamente apertada sobre a minha dor infantil. Talvez melhor do que qualquer tratamento psicanalístico. .. O parto estimulou zonas de minha memória até então inacessíveis...(Marie Bertherat)

Nenhum comentário:

Postar um comentário