quarta-feira, 10 de novembro de 2010

PERGUNTAS QUE NÃO QUEREM CALAR - MATERNIDADES PROMETEM QUARTOS PPP

Estou investigando algumas questões em Belo Horizonte para publicar nas próximas edições do Jornal Bem Nascer, que deverá circular em dezembro e março. Algumas delas estão fazendo quartos PPP (onde a mulher fica no mesmo lugar no pré-parto/no parto e no pós parto), por orientação da ANVISA. O Hospital Dia da Unimed, que noticiamos no último jornal que havia inaugurado uma quarto PPP, agora vive mandando para lá pacientes operados, porque o quarto está vazio. Perguntamos: e quanto chegar alguma mulher para parir lá, como fica???

- A quantas andam as prometidas banheiras da Maternidade Risoleta Neves? Quanto tempo leva para as banheiras estarem a disposição do usuário?

- E o quarto PPP da Maternidade Santa Fé- está mesmo em construção? Quando funcionará?

- O Hospital Unimed/Dia está respeitando a Lei do Acompanhante na enfermaria? Há rumores de que a Vigilância Sanitária está impedindo o funcionamento a presença do acompanhante por tempo integral, por questão de 10cm...???

- É verdade que o Otaviano Neves está inaugurando um Quarto PPP??? É verdade que lá ainda não tem alojamento conjunto, os nenês ainda vão todos para o berçário?

Perguntamos: as equipes de saúde estão preparadas para trabalhar nesse novo paradigma?

Consideramos necessário a preparação e sensilização das equipes destas maternidades, para que aprendam a realmente "assistir" a partos, sem interferir, a evitar procedimentos iatrogênicos já derrubados pela Medicina baseada em evidências e, acima de tudo, para a sutileza desse momento e a importância do nascimento na vida daquela criança. A forma de nascer repercute naquela vida psicológica e emocionalmente, conforme atestam estudos sobre a humanização do nascimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário